Os 7 princípios bíblicos: você sabe quais são?

Os 7 princípios bíblicos: você sabe quais são?

Assim como existem leis universais que governam o mundo da natureza, existem princípios básicos que governam nossas vidas e relacionamentos pessoais. Esses 7 princípios bíblicos se aplicam a todas as pessoas, independentemente de cultura, origem, religião, idade, educação ou posição social.

A compreensão desses princípios pode trazer insights sobre as sequências de causa e efeito da vida. Consequentemente, os indivíduos podem se preparar para fazer escolhas sábias e evitar o fracasso.

Neste artigo, a Escola CEC vai apresentar os 7 princípios bíblicos que seguimos na educação dos alunos.

1. Caráter

São as características de cada pessoa, incluindo suas qualidades, fraquezas e hábitos. Dessa maneira, todas as pessoas têm caráter. O que importa é saber se esse caráter é bom ou mau. A bíblia nos diz que Deus fez o homem à sua imagem e semelhança e o presenteando com um caráter essencialmente virtuoso.

2. Mordomia

Mordomia não está relacionada a luxo ou extravagância, mas à nossa capacidade de zelar e cuidar de tudo aquilo que temos, sejam coisas materiais ou não. Pense um pouco em quantas coisas você possui e que precisa zelar: um nome, um corpo, uma mente, uma casa, uma família, um emprego, amigos, valores, sonhos, desejos, etc. São muitas as coisas que Deus te concedeu.

3. Semeadura e colheita

Devemos seguir o exemplo da semente que é plantada e cresce em solo fértil. Pensar em como podemos tornar mais férteis os diferentes campos da nossa vida. E sempre lembrar que frutos precisam do tempo da natureza para amadurecerem até que possam ser colhidos.

4. Autogoverno

Podemos ler na bíblia que Deus presenteou o humano com razão e racionalidade, bem como outros instintos: de sobrevivência, de alimentação, de reprodução etc). Dessa maneira, entendemos que o homem possui o chamado autogoverno, ou seja, a capacidade de governar a si mesmo e de ser responsável por suas próprias ações.

5. Soberania

Com o autogoverno, Deus deu a nós a liberdade e a responsabilidade de se responsabilizar por suas próprias ações. Por outro lado, Deus também conferiu ao homem o princípio da soberania. Afinal, o homem é o único animal racional e, dessa maneira, passou a ser o responsável pela criação divina.

6. Individualidade

Da mesma maneira que cada órgão tem uma função específica no corpo, cada indivíduo vem ao mundo com uma razão específica para existir. Isso explica porque as pessoas têm diferentes talentos, conhecimentos, competências, personalidades e propósitos de vida.

7. Aliança

Precisamos lembrar que mesmo que cada indivíduo seja único, o homem é um ser social. A gente depende uns dos outros e precisamos do convívio com os nossos semelhantes. Por isso, as diferentes áreas da vida acontecem através de relações: em família, em casamentos, em círculos de amizade, em escolas, em empresas, em comunidades de vizinhos, etc.

Gostou desse artigo? Então compartilhe com alguém que você gosta e que deseja que conheça os 7 princípios bíblicos, assim como você fez agora.

Deixe um comentário